Vídeo/Blog

Seja o primeiro a comentar! Lido 752 vezes
Jonatas Miranda

Evangelho em poucas palavras

A tendência do ser humano é acreditar que ele é bom e que por isso faz coisas boas. E quando ele duvida disso os milhares de livros de autoajuda são usados para levantar a estima de seus leitores, realçando e fortalecendo as suas qualidades e menosprezando os erros e defeitos.
Por esta razão, ao se deparar com a realidade do céu e do inferno, este conceito de bondade o faz entender que irá para o céu. A final, seus próprios méritos o fez cumprir parcialmente a lei divina: “Eu sou uma pessoa boa, nunca matei, nunca roubei, eu dou meu dinheiro para a igreja, ajudo os necessitados”. Será que nossas ações são totalmente boas?
Não somos bons como imaginamos. O Evangelho nos confronta, mostrando que quando olhamos para nosso coração, somos pecadores e inclinados para os prazeres oferecidos por este mundo, incapazes de cumprir a lei divina. Não merecemos ir para o céu e desfrutar desta benção incomparável. Pelo pecado da nossa autossuficiência merecemos o inferno. Não temos nenhuma moeda de troca. Por este motivo Paulo afirma: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;” Efésios 2.8

Posted: 02 Ago 16 By: Comments: Seja o primeiro a comentar! Category: Jonatas Miranda Lido 752 vezes